"Logan” encerra a participação do ator Hugh Jackman como Wolverine

23/02/2017
Passados quase 17 anos desde sua estreia como Wolverine, em “X-men – O Filme”, o ator Hugh Jackman se despede de um dos principais personagens de sua carreira. “Logan” chega aos cinemas em 3 de março – a pré-estreia será na quarta-feira e os ingressos já estão à venda. Com tom mais adulto, o filme apresenta um futuro no qual a população mutante foi dizimada e Logan é um alcoólatra que ganha a vida como motorista.


Terceiro longa-metragem solo do personagem e décimo da saga dos X-men, o filme é baseado na série de HQs “Velho Logan”. Para os fãs, a escolha é positiva por tratar-se de um dos arcos de histórias interessantes ao apresentar o personagem de maneira complexa. “Curto o Wolverine porque ele é um herói mais humano, com ele as coisas não são preto no branco. É um cara com uma história difícil, que perdeu muita gente”, afirma a blogueira Jade Amorim.

Apesar de as produções anteriores sobre o mutante terem sido mal recebidas pela crítica e pelo público que conhece Wolverine dos quadrinhos, Jade defende Hugh Jackman como o ator que melhor encarnou personagens vindos dos quadrinhos. “Parece que ele nasceu para interpretar o Wolverine. A caracterização funciona muita bem, desde o primeiro filme”, afirma Jade.

Para Magno Mustang, do blog Diplomacia Nerd e sócio da loja XD Comics, as adaptações de quadrinhos para o cinema sempre enfrentam um grande desafio. “Os filmes têm de agradar um grande público, mas também preciso conquistar o fanboy, que é o cara que acompanha o personagem há anos”, afirma.

Para ele, um dos principais motivos para os erros em torno dos filmes sobre o personagem são decorrentes de más escolhas feitas pela produtora 20th Century Fox, detentora dos direitos de tudo que envolve os mutantes. “O primeiro filme é até aceitável, o segundo foi confuso e horrível. Em relação a ‘Logan’, vou esperar para ver o que acontecerá. Prefiro não criar expectativas”, afirma.

WOLVERINE

A primeira aparição do personagem se deu em outubro de 1974, no número 180 da HQ “Incredible Hulk” (O incrível Hulk). Depois, passou a fazer aparições regulares em outros títulos da Marvel Comics. Com o tempo, a história de James “Logan” Howlett foi expandida em histórias premiadas como a clássica “Arma X”, de 1991, e “Origem”, de 2001.

“Ele é um dos meus personagens favoritos por ter um passado misterioso. Suas memórias são falsas e foram implantadas. Isso contribui para diferenciar o Wolverine”, argumenta o publicitário Alexandre Mello, um leitor das histórias de Logan.

Ele é um dos que acham que Hugh Jackman nunca foi a melhor escolha para o mutante. “Eu acho que isso é culpa dos estúdios. Quiseram transformar um personagem violento em um ídolo adolescente. Isso não ia funcionar”, argumenta.

Isso talvez mude com “Logan”. Nos Estados Unidos, o filme foi considerado é “Rated R”, ou seja, a classificação é restrita a maiores de 18 anos. A despedida de Hugh Jackman será marcada por um filme que tenta explorar a natureza original do personagem.

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor no Ar

Mirandela FM

Só as melhores !!!

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Anunciantes